Hoje vemos diversas pessoas que estão sofrendo financeiramente com a crise. Ou pela perda de um emprego, ou pela redução das vendas dos negócios. E é nestas situações que tentamos nos desdobrar e fazer mágica para manter o padrão de vida mesmo com a redução das receitas.

Muitas vezes este tipo de comportamento acaba resultando em endividamentos e conflitos familiares, pelo fato de tentarmos manter um padrão de vida que era sustentável na situação de renda que se tinha antes da crise econômica, mas que agora, com a nova renda se tornou insustentável.

Para resolver este problema e passarmos pelo período de crise de uma forma mais tranquila, precisamos ter em mente duas coisas, a primeira é que não há a necessidade de você manter o padrão de vida que você tinha antes da crise. Pois o fato de você diminuir o seu padrão de vida não te torna uma pessoa, pior, ou menos importante, ou menos inteligente, ou menos capaz, como afirma a mídia e a sociedade.

Mas pelo contrário a decisão de diminuir o seu padrão de vida, pelo fato da sua renda (pessoal ou familiar) ter reduzido, revela que você é uma pessoa, inteligente, sensata e capaz de gerir as suas finanças de forma prudente. Aprender a viver de forma mais barata lhe trará experiencias surpreendentes que revelarão que dinheiro não é sinônimo de felicidade e que esta é encontrada nas coisas mais simples da vida.

A segunda coisa que precisamos ter em mente é o quanto precisamos baixar o nosso padrão de vida. Será que se cortarmos os gastos supérfluos será suficiente, ou precisamos tomar medidas mais drásticas como a venda do carro ou mudar para um apartamento em que o aluguel seja mais barato.

Esta questão é facilmente identificada se você utiliza da metodologia de gestão financeira denominada “Orçamento Pessoal”. Por isso se você ainda não fez o curso não deixe de se inscrever através deste link.

Agora se você já fez o curso e está aplicando os seus conceitos, procure baixar o seu padrão de vida de forma que o saldo da primeira e da segunda etapa do orçamento fiquem positivos e não deixe de fazer um bom controle financeiro para que aquilo que foi planejado seja executado.

Forte Abraço

Luiz Roberto Almeida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s